terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Reles humano



Posso dizer que te amo
Mas a minha vida
É um beco sem saída.
Sou um reles humano
Incapaz de te cativar
Sem tudo arruinar.
Adoro-te de jeito insano
Muito mais que tudo
Desde que era miúdo.
E, sem nenhum engano
És a minha criatividade
E a minha felicidade…




José Coimbra

Sem comentários:

Enviar um comentário