domingo, 9 de julho de 2017

Mantém-me vivo



Quero ser amado
Para preencher o vazio
De não estares ao meu lado
Neste deserto sombrio.

O tempo se esgotou,
Estou em perigo
O teu sorriso não bastou
Para derrotar o inimigo.

Da dor estou cativo
Então por favor
Mantém-me vivo
Com o teu amor…




José Coimbra