sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Origem



Vejo o sol nascer
Deitado num rochedo,
Não há vista mais formosa
Que todos deveriam ver.
A localização é segredo
E a imagem é calorosa

Os primeiros raios
Iluminam a serra
E aquecem a minha alma,
É como se o sol tivesse lábios
E beijasse a terra
Transmitindo calor e calma

No alto vejo uma pequena vila,
A minha terra natal
Entre duas serras metida.
Com os primeiros raios ela cintila
De uma forma quase sobrenatural
E o sol da à vila, vida…

Nos arredores há pequenas povoações
De gente envelhecida e rural
Que aos primeiros raios saem para o campo.
Gente rija de fechadas feições
E de uma forma frontal
Encaram a vida do campo, cheia de sofrimento.
(Porque trabalhar no campo, não é fácil)

Em Trás-os-Montes há uma vila pequena
De gente cheia de orgulho e trabalhadora,
Apesar do duro clima
Tem uma paisagem bela e serena,
Cheia de fauna e flora,
Que entusiasma e fascina…




José Coimbra

Sem comentários:

Enviar um comentário