sexta-feira, 21 de junho de 2013

Tudo Acabou...


Não saber o que digo
Não entender o que penso,
Frases sem sentido,
Sem nexo e sem senso,
Para que lutar?
Será para sobreviver?
Para que amar?
Se essa luta não irei vencer.
Para que provar o meu valor
Se tudo acabou
É como o amargo sabor
De não saber para onde vou,
As palavras tornaram-se inúteis
Quando não há perdão
E os meus gestos fúteis
Calaram meu coração,
Será uma longa viagem
Para deixar de sofrer,
Será um ponto de viragem
Do interior do meu ser.
A tristeza dos meus olhos
É o espelho do meu coração
E dos absurdos sonhos
Que se tornaram numa ilusão…



José Coimbra

Sem comentários:

Enviar um comentário